domingo, 12 de junho de 2011

Para a namorada que eu nunca tive...

O Amor, a única coisa que nós não conseguimos descrever perfeitamente ou sequer entender, ou saber exatamente como funciona, só sabemos que ele aparece em nossas vidas, nos enche de alegria e apenas isso importa.

Então você apareceu, no começo pensei que seria mais uma das milhares de pessoas que entram e saem da minha vida mas ainda bem que foi diferente. Você me aceita do jeito que eu sou, faz eu me sentir especial, quando eu te abraço me sinto seguro e se eu pudesse não te soltaria nunca mais.


Adoro ouvir todas essas musicas românticas e pensar em você, incrível como todas começaram a fazer sentido desde o dia que eu me apaixonei. Eu não sou um cara que se rende facilmente ao amor, mas com você foi algo mágico, me perdi no seu olhar pra finalmente me encontrar.

Eu amo tudo em você, o jeito que você me olha, seu sorriso e o som da sua risada. Você é a garota dos sonhos de qualquer cara, mas não é dos meus sonhos, porque você já é uma realidade pra mim.

Sabe esse lance que quando estamos à beira da morte toda vida passa como um filme diante dos nossos olhos em um resuminho de todas as coisas boas? Se eu morresse agora só teria você nesse filme, porque você é minha vida e eu te amo demais. Se um gênio da lâmpada me oferecesse os desejos eu não usaria nenhum, porque eu já tenho você e você é tudo que eu sempre quis.

Feliz dia dos namorados...

sexta-feira, 3 de junho de 2011

Redes Sociais

A crescente popularização do uso da internet em grande parte do globo terrestre é uma das principais características do século XXI. Tal popularização apresenta grande relevância e gera impactos sociais, políticos e econômicos na sociedade atual.
A facilidade que existe no mundo moderno para acessar a internet em celulares, tablets e notebooks faz com que os jovens fiquem mais conectados. E com isso cada vez mais as redes sociais vão se tornando uma rotina em suas vidas, e como tudo em excesso, torna-se um problema.
Um importante questionamento em relação a esse uso da internet é o fato de existir uma linha delicada entre o público e privado nas redes sociais. Estas, constantemente são utilizadas para propagar ideias, divulgar o talento de pessoas até então anônimas, manter e criar vínculos afetivos, mas, em contrapartida também podem expor indivíduos mais do que o necessário, em alguns casos agredindo a sua privacidade.
É  necessário que haja uma conscientização por parte dos internautas de que aquilo que for uma utilidade pública ou algo que não agrida ou exponha um indivíduo pode e deve ser divulgado. Já o que for privado e extremamente pessoal deve ser preservado e distanciado do mundo virtual , que compartilha informações para um grande número de pessoas em um curto intervalo de tempo. Dessa forma, situações realmente desagradáveis no incrível universo da internet serão evitadas.
Pesquisas recentes comprovam que as redes sociais se tornaram um vicio em muitos países, e mostram dados preocupantes. A Universidade de Maryland, nos EUA, fez uma pesquisa usando como base mil universitários de 37 países entre 17 e 23 anos. Grupos foram impedidos de usar celulares, redes sociais, internet e TV por 24 horas, e usar apenas telefone fixo e livros. Eles também deveriam manter um diário onde relatariam como se sentiam e o que faziam. 79% dos estudantes mostraram sintomas análogos às síndromes de abstinência química: desespero, “esvaziamento”, ansiedade, confusão e isolamento.Um em cada cinco alunos relatou sentimentos de abstinência.11% se sentiram confusos ou fracassados 19% relataram sentimentos de angústia.11% se sentiram isolados.Apenas 21% dos participantes relataram que poderiam sentir os benefícios de ficar incomunicáveis.   
Orkut, Twiter e Facebook são alguns exemplos das redes sociais (virtuais) mais acessadas do mundo e, convenhamos, a popularidade das mesmas se tornou tamanha que não ter uma página nessas redes é praticamente como não estar integrado ao atual mundo globalizado. Através desse novo meio as pessoas fazem amizades pelo mundo inteiro, compartilham ideias e opiniões, organizam movimentos, como os que derrubaram governos autoritários no mundo árabe e, literalmente, se mostram para a sociedade. Nesse momento é que nos convém cautela e reflexão para saber até que ponto se expor nas redes sociais representa uma vantagem.
Dado isso, é essencial que nessa nova era do mundo virtual, os usuários da rede tenham plena consciência de que tornar pública determinadas informações requer cuidado e, acima de tudo, bom senso, para que nem a própria imagem, nem a do próximo possa ser prejudicada. Isso poderia ser feito pelos próprios governos de cada país, e pelas próprias comunidades virtuais através das redes sociais, afinal, se essas revelaram sua eficiência e sucesso como objeto da comunicação, serão, certamente, o melhor meio para alertar os usuários a respeito dos riscos de seu uso e os cuidados necessários para tal.

Johnathan Alves Damasceno de Barros
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...