segunda-feira, 21 de maio de 2012

O que eu preciso


“Eu estou carente” eis a frase mais dita do século! Existem 7 bilhões de pessoas e mesmo assim conseguimos ficar sozinhos. Nós ficamos carentes porque vivemos em busca da pessoa perfeita, essa criatura mitológica que nem sabemos ao certo se existe. Às vezes me sinto como esses malucos que procuram potes de ouro no final do arco-íris.

Como disse Arnaldo Jabor “Quem dera o amor não fosse um sentimento, mas uma equação matemática: eu linda + você inteligente = dois apaixonados.” Tudo seria mais simples! Mas inventamos que temos que encontrar alguém com coisas em comum, que tem aquele magnetismo, mistério e faça você sentir borboletas no estomago.  

Em se tratando de amor eu não sou uma pessoa com preferências simples, quero um relacionamento, com romance, intimidade, compromisso e apelidos fofinhos. Preciso de alguém pra me proteger, alguém que me complete e faça as coisas mais simples terem um significado especial. Preciso de alguém pra sentir ciúmes, pra discutir, pra ficar sem fazer nada mesmo quando tiver muitas coisas legais para fazer, para brigar pra quem vai desligar o telefone primeiro e me  fazer ser ainda mais bobo.

Preciso de alguém para ver as estrelas ao meu lado, para ser a primeira coisa que eu vou pensar quando acordar e a ultima antes de adormecer, alguém que faça  as musicas românticas fazerem sentido.

Preciso de alguém para ser meu ar quando eu sentir que não posso respirar, ser meu sorriso quando eu só quero chorar e para me fazer acordar feliz todos os dias.

Preciso de alguém que precise de mim, que me aceite do jeito que eu sou e não importa como as coisas pareçam estar difíceis sempre estará do meu lado. Pensando na vida eu percebi que já tenho tudo, só falta você, e onde quer que você esteja pessoa perfeita, quero que você saiba que eu estou a sua procura, espere por mim.

domingo, 20 de maio de 2012

Idas e voltas

Hoje voltei a te procurar, dentro do sorriso de uma foto abandonada em um canto de um quarto vazio...
Hoje voltei a te encontrar, em um olhar, em algum sorriso de pessoas que nem conheço...
Hoje voltei a te sentir, quando o vento tocou suavemente em meu corpo, por entre meus dedos, para dentro de minha alma...



Hoje voltei a te ter aqui, presa em minhas lembranças, viva em minha memória, cravada em meu coração...
Hoje voltei a chorar, relendo as cartas que fiz pra você, sentindo em meu peito o quanto te amei...
Hoje voltei a viver, renascido do amor que sonhei te dar, revivido pela paixão escondida em minhas palavras e em nossas memórias...
Hoje voltei  chorar, sofrendo a dor da perda, esquecendo o fim de um amor...
Hoje voltei a morrer, quando a saudade sufocou meu coração, quando minhas lembranças me traíram e me apunhalaram...
Hoje comecei a entender, entender que a vida é cheia de idas e voltas e que o destino que nos separou é o mesmo que talvez nos reúna novamente em um futuro não tão distante!

Johnathan Alves Damasceno de Barros
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...